Cambaleando por uma estradinha torta

21 Jan

Às vezes, a gente anda por caminhos tão tortos e tortuosos que é inevitável a pergunta: até quando vou perambular por aqui?

Pior ainda quando eles são atraentes, mas tão atraentes que você se arrebenta na primeira esquina, sai da estrada, reflete, no entanto, quer voltar para a velha estrada tão logo possa levantar e andar.

Então, cambaleando, você volta.

Sabe que vai quebrar os dentes na primeira lombada mais a frente, vai sofrer. Mas sair da estradinha é tão difícil.. ela é tão.. deliciosa.

Tem um sabor fermentado nos prazeres mais básicos.

Não adianta gritar, você está preso. Dá voltas sobre um círculo. E tantas, tantas mãos jogando com o seu corpo, esmagando sua mente e você roda,roda,roda……

Como sair, meus amigos, como sair?

Me conte você que nunca esteve preso a nada.

Me conte! Eu estou esperando.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: