Trapalhada do presidente do IBAMA – inacreditável!

22 Jul

Tenho muito orgulho de ter trabalhado na Rádio Nacional da Amazônia e de já ter visitado a grande floresta. Um lugar magnífico, muito rico e, de certa forma, abandonado.

A impressão nas ruas e vilarejos é que o lugar não tem as mesmas regras da cidade, o uso da lei se faz de uma forma diferente. Pessoas são assassinadas e não conseguem descobrir o (os) culpado(s).  As cidades pequenas são pobres, a internet é lenta, o sinal de telefone fraco, as pessoas não sabem muito bem quem está no governo estadual ou federal e, aqui e ali, estrangeiros passam sorridentes e educados.

 Ao sair das cidades, a impressão não muda. Há muitas madeireiras, clareiras vistas do alto, grandes obras em construção, cientistas passeando (patenteando remédios no exteriror)… 

ummmmmmm

Diante das informações, quase de conhecimento geral, o presiente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Curt Trennepohl, fala:
 

Fala sério?! Parece um programa televisivo para fazer rir. Simplesmente inacreditável.

Advertisements

2 Responses to “Trapalhada do presidente do IBAMA – inacreditável!”

  1. Daniel Baramili July 29, 2011 at 11:52 pm #

    Primeiro: no Brasil, faz uns 500 anos, não se escolhe alguém pra ocupar este ou aquele cargo porque esse alguém tem know-how na área, mas porque esse alguém conhece outro alguém que manda em alguma coisa e pode escolher alguma pessoa pra um cargo comissionado aqui e ali.

    Segundo: não se abre o coração para uma jornalista. Se esse imbecil não sabe dessa regra básica, também não deve estar sabendo o que que ele devia estar fazendo naquele cargo.

    Terceiro: por mais atrapalhado que seja, o trato do Brasil pra com a nossa população nativa é anos-luz melhor do que o trato que eles dispensam aos aborígenes. E a menina acha que porque reconheceram oficialmente o que fizeram, eles estão eximidos de culpa. Bolas! Um pedido de desculpas que não foi acompanhado sequer de uma indenização aos descendentes dos “sobreviventes” não vale a folha de papel em que foi escrito! E mais, eles continuam massacrando os aborígenes, negando-lhes terras e excluindo-os totalmente do acesso a educação e políticas governamentais. Resumindo, o que essa jornalistazinha de groselha precisa entender é que ela devia estar cuidando dos índios do país dela. Dos nossos cuidamos nós!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: